skip to Main Content

EDUCAÇÃO

Vice-presidente da Câmara de Educação do Codem recebe homenagem da Câmara de Vereadores
Os coordenadores, integrantes, professores e diretores da Pontifícia Universidade Católica (PUC), câmpus Maringá, foram homenageados pelos vereadores com o Brasão do Município e títulos de Mérito Comunitário em função do projeto “Constituição em Evidência”, que leva temas de Direito Constitucional ao conhecimento de adolescentes que cursam o ensino médio em escolas públicas. A proposta da homenagem foi do vereador Humberto Henrique.

O Irmão Clemente Ivo Juliatto recebeu o Brasão do Município e em seu discurso ressaltou a emoção pela homenagem e também com o resultado do projeto. “Recebemos os méritos, mas não fazemos tudo. Agradecemos esta homenagem que é para a Universidade e isso demonstra que a PUC está fazendo a diferença na cidade.”

Ele ressaltou que os formados pela PUC deveriam receber dois diplomas: um de competente profissional de acordo com as áreas de formação e um diploma de “gente boa”. “Ex-aluno da PUC tem que ser gente que presta, bons pais, bons profissionais. Hoje fiquei convencido que foi ótimo a Universidade vir para Maringá e que aqui está cheio de gente boa.”

O ex-aluno Fernando Fertonani destacou que o projeto, idealizado por ele, hoje pertence a todos os maringaenses e é responsabilidade de todos garantir que ele nunca acabe. “É preciso incentivar a participação porque a responsabilidade pela construção de um País melhor é de cada um de nós.” Ele finalizou o discurso com a frase do presidente americano John Kennedy: “Não pergunte o que seu país pode fazer por você, mas sim o que você pode fazer pelo seu país”.

O diretor do câmpus Maringá, José de Jesus Previdelli, falou sobre a gratidão da instituição por todos os envolvidos no projeto e destacou a importância de se trabalhar para levar conhecimento ao maior número de pessoas possível. “A homenagem da Câmara é de uma importância ímpar, por reconhecer o trabalho que vem sendo desenvolvido pelos nossos estudantes e professores nesse projeto.”

Marcus Geandré Nakano Ramiro, coordenador do curso de Direito da PUC, ressaltou que o projeto trabalha para a formação de cidadãos e que a instituição investe em gente que se preocupa com a construção de uma sociedade melhor. “A PUC se preocupa em oferecer uma boa estrutura, bons professores para que ações concretas, como esse projeto, possam ser realizadas. Afinal a razão de existir da PUC são os alunos e é emocionante vê-los em ação, estudando e se preparando para fazer as oficinas nas escolas de ensino médio.”

O vereador Humberto Henrique contou que assistiu a uma oficina e que foi realmente emocionante ver o empenho dos acadêmicos de Direito da PUC em levar informações e fomentar as discussões com os alunos do ensino médio. “Esse projeto merece o nosso reconhecimento porque infelizmente nossa Constituição ainda não é conhecida como deveria e também não é aplicada em sua totalidade. Esse trabalhado realizado pela PUC demonstra a responsabilidade social da instituição.”

A parte cultural também esteve presente na solenidade com a apresentação musical de um Quarteto de Cordas que executou músicas de Bethoven, Haendel, Bach, Mozart e Vivaldi. A interpretação dos hinos Nacional e de Maringá pelo maestro Marcus Geandré Nakano Ramiro emocionou a todos os presentes.

O NRE-Maringá, apoia o Projeto, que já está em seu quarto ano, com a articulação de suas escolas de ensino médio, com a presença em 25 escolas e quase 3.000 alunos contemplados. A cartilha do projeto também passa pela avaliação e contribuição do NRE-Maringá/Coordenação do Ensino Médio/Professora Valkiria, que foi eleita vice-presidente da Câmara de Educação do Codem.

Fonte: Câmara Municipal de Maringá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top