skip to Main Content

Desenvolvimento Econômico

MARINGÁ É DESTAQUE ENTRE CIDADES IRMÃS
Após Maringá ser destacada como a 15ª melhor localidade do Brasil para os negócios segundo a Revista Exame, o município se destaca positivamente com a evolução mais forte de empregos formais e de empresas entre 2002 e 2012 e com o maior crescimento médio do Produto Interno Bruto (PIB) de 2008 a 2011, com 16,5%, em estudo recente da Urban Systems.

Cidades Irmãs

Segunda especializada em análise de dados demográficos em mapas digitais Urban Systems, o conceito de Cidades Irmãs tem como objetivo identificar GAPs e oportunidades de negócios em municípios, através da comparação de uma cidade em relação a cidades classificadas através de perfil demográfico e econômico semelhantes. Neste estudo Maringá compara-se com Pelotas-RS, Bauru-SP, Montes Claros-MG, Piracicaba-SP, Olinda-PE, São José do Rio Preto-SP, e Serra-ES.

INDICADORES

Renda

Segundo o estudo Maringá possui a maior renda média domiciliar (R$ 3.873,00). Maringá também possui a maior porcentagem de domicílios com renda acima de 20 salários mínimos (1,4%). Maringá também possui a maior porcentagem de domicílios com renda acima de 15 salários mínimos (3,4%). Paralelamente Maringá é o município com a menor porcentagem de domicílios com renda abaixo de 1 salário mínimo (21,7%).

Empresas

Entre 2002 e 2012, Maringá apresentou o maior número de empresas da indústria, sendo a que apresentou o maior crescimento de empregos entre 2011 e 2012 (14,4%); a maior evolução das empresas em serviços, detendo a maior evolução dos empregos formais, sendo ultrapassada somente por São José do Rio Preto no setor comercial, e por Bauru no setor de serviços, em 2012; e a maior evolução das empresas na construção civil e no comércio, sendo a que apresentou o maior crescimento de empregos entre 2011 e 2012 (15,7%), junto com Montes Claros, ultrapassando Bauru e São José do Rio Preto em 2012. Isso significa que Maringá apresentou a maior evolução em números de empregos formais e a maior evolução em número de empresas em todo esse período.

Desenvolvimento Econômico

Entre 2008 e 2011, Maringá apresentou o maior crescimento médio anual do PIB, detendo o 3° maior PIB total, empatando com São José do Rio Preto, e o 2° maior crescimento médio anual do PIB per capita, empatando com Pelotas. Entre 2002 e 2011 Maringá deteve o maior crescimento médio anual do PIB industrial e o 2° maior do PIB de serviços, e o 3° maior PIB per capita do período. Atualmente, Maringá detém o 5° maior PIB do Paraná, detendo também o 6° maior PIB industrial e o 3° maior PIB de serviços.
Maringá apresentou também a maior Taxa Geométrica de Crescimento Anual (TGCA) de exportações entre 2003 e 2013, apresentando o maior volume de exportações desde 2010.

Educação

Maringá possui a maior taxa de matrículas a cada 1.000 habitantes (100). Mantém ainda o maior número de matrículas no ensino superior desde 2003, sendo a 2° maior em número de estabelecimentos de ensino superior (13), juntamente com Anápolis, perdendo apenas para Montes Claros (19).

IDHM

Maringá possui o maior IDHM (0,808), sendo a primeira em renda (0,806), a primeira em educação (0,768), e a terceira em longevidade (0,852).

Bons indicadores

O vice-presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem), Edson Cardoso alegou que “Apesar das dificuldades enfrentadas ficamos bastante satisfeitos. Estamos muito bem colocados em nível de crescimento e de desenvolvimento nos últimos anos. O desafio é o planejamento para a cidade continuar a crescer com qualidade e regularidade”.
O presidente da Urban Systems, Thomaz Assumpção, alega que apesar de que “Os estudos realizados (Melhores Cidades para Negócios e Cidades-Irmãs) estão em sua primeira versão. Como parte das análises envolvem taxas de crescimento, podemos notar que Maringá apresenta índices em evolução, como elevado crescimento populacional, crescimento econômico (empresas e empregos) e do PIB, além de um elevado crescimento do volume em dólares das exportações de 2009 até 2013”. Em Maringá “São índices que revelam uma distribuição de renda melhor do que suas cidades-irmãs, e que mostram a existência de bons empregos qualificados e, consequentemente, oferta de profissionais para ocupá-los, sendo um indicador de economia desenvolvida e dinâmica, que não é apenas produtiva, mas também de serviços”, avalia o presidente da Urban Systems, Thomaz Assumpção, e alega que “Os estudos realizados (Melhores Cidades para Negócios e Cidades-Irmãs) estão em sua primeira versão. Como parte das análises envolvem taxas de crescimento, podemos notar que Maringá apresenta índices em evolução, como elevado crescimento populacional, crescimento econômico (empresas e empregos) e do PIB, além de um elevado crescimento do volume em dólares das exportações de 2009 até 2013”.
O estudo comparativo também apresenta que Maringá é a segunda mais alta valorização do metro quadrado da construção civil entre 2010 e 2013. “O resultado da pesquisa comprova o sucesso de nossa estratégia de união de poder público e sociedade civil no planejamento de Maringá. Estamos à frente de municípios do mesmo porte não apenas na avaliação da economia, mas em inovação e no desenvolvimento humano, um ponto importante para toda comunidade”, avalia o prefeito de Maringá, Carlos Roberto Pupin.

Fonte: CODEM / Urban Systems

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top