skip to Main Content

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

EVENTO DE TIC RECEBE 1500 PESSOAS

O TICNOVA, evento realizado em Maringá, de 5 a 7 de agosto, destinado ao setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), reuniu empresários, profissionais e estudantes, que se distribuíram em 137 horas de programação, incluindo 23 palestras, oito minicursos, dois workshops e o Hackathon.
Inédito em Maringá e Região, o evento foi promovido pelo Arranjo Produtivo Local (APL) de Software de Maringá e Região e Conselho de Desenvolvimento de Maringá (Codem) em parceria com o Sebrae/PR, Senai, Prefeitura Municipal, Software By Maringá, Centro de Inovação de Maringá (CIM), Sind-Ti, Universidade Estadual de Maringá (UEM), Centro Universitário de Maringá (UniCesumar), Faculdade Cidade Verde (FCV), Associação Nacional das Empresas de Soluções de Internet e Telecomunicações (Redetelesul) e Startup Maringá.

Hackathon

O TICNOVA também promoveu o Hackathon, primeira maratona de programação de Maringá, realizada de 3 a 4 de agosto. A ação pré-evento teve 24 horas de duração e reuniu mais de 70 programadores, divididos em 18 equipes. O desafio dos participantes era desenvolver soluções para três problemáticas sugeridas pela Prefeitura Municipal nas áreas de transporte, educação e assistência social.
A Nokia concedeu premiação para as soluções em formato Windows Phone. Nessa seleção, a equipe DB Loucos foi a vencedora, e as equipes 24 Horas e Delta Force ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente.
No dia 05 ocorreu a abertura do TICNOVA, no Teatro Calil Haddad, com o palestrante Walter Longo, que foi conselheiro de Roberto Justus no Programa O Aprendiz. Especialista em Marketing, Walter Longo conduziu a palestra-magna sobre “Ecossistema digital e os novos rumos da gestão empresarial”.
O presidente do Codem, José Carlos Valêncio, afirmou que tem recebido muitas delegações de outros estados que vêm a Maringá buscar informações sobre o sucesso de determinados setores e projetos. “O setor de TI é muito pujante e sempre ressaltamos a determinação dos empresários e a qualidade dos trabalhadores. É um setor que nos dá a certeza de que Maringá continuará se desenvolvendo”.

Para o ex-prefeito Silvio Barros, presidente do Centro de Inovação de Maringá, o público estava presenciando um momento histórico: o nascimento do maior evento de TIC do Brasil. “Com o dinamismo do setor, este evento tem tudo para crescer. Estamos iniciando uma nova era de inovação, de desenvolvimento e de tecnologia na cidade”. O coordenador do APL de Software e do TICNOVA, Ademir Faria, também acredita no sucesso do evento. “O TICNOVA foi criado para conectar pessoas, cabeças, e para que o setor ganhe projeção e seja reconhecido em todo país”.
O presidente da Acim, Marco Tadeu Barbosa, elogiou a união e o dinamismo dos empresários de TIC. O presidente da Câmara Municipal, Ulisses Maia, lembrou que, em 1996, quando era presidente do legislativo, foi o responsável pela Lei que criou o Polo de Informática de Maringá. Ele também comentou que este ano entregou à SbM o título de Utilidade Pública. “E este mês o setor já protocolou na Câmara o projeto para criação do ISS Tecnológico”, ressaltou.

Escola de Criatividade

No dia 6 de agosto, aonteceu o “Curso espetáculo: criatividade e a arte da geração de boas ideias”, com um público aproximado de 700 pessoas. O objetivo foi oferecer a empreendedores e profissionais de tecnologia da informação e comunicação e de diversos outros segmentos, inclusive
do agronegócio, a oportunidade de desenvolver aptidões criativas e aprender a usá-las como diferencial em seus negócios.
O curso-espetáculo foi conduzido pela Escola de Criatividade, uma organização especializada em criatividade e inovação aplicadas aos negócios. Com metodologias próprias, que transferem conhecimentos e técnicas por meio do estimulo à interação, à sensibilidade de observação e à ideias voltadas à simplicidade, intuição e imaginação, o trabalho tem tido bons resultados entre empresários, profissionais, estudantes e a sociedade em geral.
O curso ofereceu uma ação, com participação artística, e muitas atividades práticas para exercitar os hábitos criativos. Durante a capacitação também foram abordados seis passos para estimular a criatividade.
O presidente do CIM, Silvio Barros, afirma que a matéria-prima da inovação é a criatividade e, por isso, a importância de ensinar técnicas que auxiliam o processo de criação. “A habilidade de criar é como o esporte, praticando que se desenvolve, e o curso visa estimular o primeiro passo para, depois, as pessoas seguirem se aperfeiçoando.”

Fonte: Site www.ticnova.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top