skip to Main Content

CENTRO DE CONVENÇÕES

CODEM e parceiros promovem palestra sobre a instalação de Centro de Convenções na cidade

Atendendo ao convite do CODEM, Maringá CVB, ACIM, e parceiros, palestraram em Maringá neste dia 05 a presidente da Associação Brasileira de Centros de Convenções e Feiras (ABRACEF) Sra. Margareth Sobrinho Pizzato e o consultor especializado Sr. Sérgio Camilo de Camargo. A Associação Brasileira de Centros de Convenções e Feiras (ABRACEF) congrega os 73 dos maiores e melhores centros de convenções do Brasil. Circulam por estes centros 19.800 eventos por ano, totalizando a capacidade de 28 milhões de pessoas, movimentando um montante aproximado de cinco bilhões de reais.
Centro de Eventos e Centro de Convenções

Iniciando a palestra, a Sra. Margareth e o Sr. Sérgio disseram que espaço para eventos todo município tem ou deveria ter um. É o caso do salão da paróquia, independente do tamanho do município, mas um centro de convenções nem todo município precisa ter. Este se dá por um estabelecimento empresarial público ou privado de característica permanente, legalmente constituído, podendo haver a oferta de espaços e serviços sob locação ou cessão de caráter temporário.
Requisitos para um Centro de Convenções

Alguns requisitos quando da construção de um centro de convenções: deve atender a critérios técnicos internacionais, como espaço adequado para circulação de pessoas, acessibilidade, áreas de alimentação, conjunto sanitário proporcional à capacidade, capacidade elétrica compatível, sistema de comunicação adequado, projeto acústico, projeto de iluminação, assistência médica, área de exposições.

Um Centro de Convenções pressupõe uma gestão profissional, políticas públicas consistentes, e deve servir de âncora para o desenvolvimento, devem ser sustentáveis e terem rentabilidade. Citaram como exemplo o centro de convenções Hangar Belém, ao lado do aeroporto, que é o maior case de sucesso de gestão pública. Em vários outros cases há a proximidade do centro de convenções, hotel e shoppings, que têm sinergias e podem dar certo juntos, entretanto a grande falha está em não designar um gestor e uma equipe técnica permanente para cada empreendimento. Os centros devem ter um profissional na liderança comercial muito preparado, articulado e dedicado, pois a este cabe trazer e criar eventos sustentáveis.

Maringá

O Sr. Sérgio sugere que Maringá deva seguir a tendência do sul do país e ter um centro de convenções de gestão privada. Ainda seguindo a tendência geral, um centro deve ser multifuncional, versátil, modular, com espaço para shows, formaturas e ainda agregar valor, sendo auto-suficiente, sustentável, e com gestão profissional. Lembra ainda que o cenário nacional aponta para um aumento de investimentos e de competitividade no setor, oferecendo mais oportunidades e melhor distribuição de eventos.

Para que o centro de Maringá seja viável e sustentável, é preciso haver vontade coletiva, de parceiros públicos, privados e do sistema S, grupos que criem eventos em baixa temporada, é preciso haver uma cadeia produtiva que acredite no centro, criando seus próprios eventos.

O Maringá CVB estima a princípio que a cidade de Maringá consiga atender a eventos com capacidade de 700 a 1000 pessoas, uma vez que possui uma rede hoteleira de 3000 leitos com 50% de clientes rotineiros. O Sr. Sérgio estimou que, para esta demanda, o investimento para a construção de um centro de convenções em Maringá deva estar na margem de 25 a 30 milhões de reais, com retorno do investimento entre 5 a 6 anos. Estimou ainda que a área mínima para a instalação do centro deva ser de 8 a 10 mil m2 de área construída, chegando a 20 mil m2 de área total, uma vez que pelo menos 50% do terreno devam servir para estacionamento. Já a Sra. Margareth sugere a instalação de centro com capacidade de 1500 pessoas e um pavilhão de exposição de 10 mil m2.

As linhas de financiamento disponíveis são o BNDES, Banco do Brasil, Caixa Econômica, projetos demandados pela ABRACEF e Emendas parlamentares (Ministério do Turismo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top