skip to Main Content

ADMINISTRAÇÃO COMPARTILHADA DE ESPAÇOS URBANOS

O conceito de Shopping a Céu Aberto que poder público e iniciativa privada estudam implantar em Maringá foi um dos destaques do Simpósio de Administração Compartilhada de Espaços Urbanos, realizado nesta segunda-feira, dia 30 de agosto, com a presença de representantes de vários municípios brasileiros e entidades empresariais. O evento, realizado pela Frente Nacional dos Prefeitos, impulsiona o debate em torno da implantação dos chamados Business Improvement Districts (BIDs), adotados nos Estados Unidos e Canadá para a recuperação de áreas com potencial econômico.

O projeto de Shopping a Céu Aberto de Maringá abrange a Avenida Brasil e áreas próximas, com a implantação de um programa de recuperação e manutenção envolvendo poder público e iniciativa privada. Serão mais de 2 mil lojas e um novo conceito urbanístico para todo o trecho.

O chefe de Gabinete da Prefeitura, Leopoldo Fiewski, apresentou as alternativas de constituição de um condomínio para implantar o shopping dentro da legislação existente.

Fiewski disse que o processo está avançado, com poder público e iniciativa privada envolvidos no mesmo objetivo, com o prefeito a frente. Ele citou o projeto que cria o Setor Especial de Recuperação Econômica “Centro Verde Shop”, que inclui os principais aspectos para a implantação do Shopping a Céu Aberto. “O simpósio reforça o trabalho que estamos desenvolvendo e desperta o interesse de outros municípios, fortalecendo o conceito de recuperação de áreas com potencial econômico”.

O secretário executivo da Frente Nacional dos Prefeito, Gilberto Perre, afirmou que o objetivo da entidade é justamente reunir as cidades para a busca de soluções em comum. Perre elogiou as propostas apresentadas no Simpósio, e lembrou que Maringá e Rio de Janeiro lideram o projeto que pode beneficiar praticamente todas as cidades brasileiras.

Infraestrutura

Os três palestrantes internacionais, John Lambeth, David Feehan e Dennis Burns, também elogiaram a iniciativa do Brasil em formar parcerias público-privadas para a revitalização de espaços urbanos. Especialistas em áreas diretamente ligadas à implantação das BIDs os três falaram da experiência em projetos adotados com sucesso em cidades norte-americanas, e tiraram as dúvidas dos participantes.

David Feehan dirigiu BIDs em Detroit, Des Monies, Pittsburg e foi presidente da International Downtown Association que congrega organizações deste tipo em todo o mundo. Dennis Burns tem mais de 28 anos de experiência em planejamento, consultoria e operação de estacionamentos tendo, nos últimos cinco anos, focado sua atuação em programas de estacionamentos ligados à administração municipal e às AREs. John Lambeth atuou nos últimos 15 anos como consultor na formação de cerca de 100 BIDs, principalmente nos Estados Unidos. Profundo conhecedor dos aspectos jurídicos, foi autor de diversas leis que autorizam a constituição de BIDs.

Após o simpósio Lambeth, Feehan e Burns visitaram alguns órgãos e obras públicas, acompanhados do prefeito Silvio Barros e outros convidados do evento. O grupo conheceu a Central de Compras, uma escola municipalizada, um trecho da Supervia, a Vila Olímpica e trecho da Avenida Brasil, onde se pretende implantar o Shopping a Céu Aberto de Maringá.

 

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top